Jornalismo sério a serviço da região
Xanxerê - terça-feira, 26 de setembro de 2017
FIAT BOTTA Marció O COSTELÃO
Comunidade - 28 de junho de 2017 - 05:11

Vem mais obras por aí

Convênio de R$500mil beneficiará cerca de 80% dos acessos no município

Por Cristiane Aline Huff

 

Na última semana o vereador Vilson Picolli anunciou vários repasses para obras no município, entre elas recursos para pavimentação, esporte e reformas em centros comunitários.

 

R$500mil – PAVIMENTAÇÃO NOS DISTRITOS

Um convênio de R$500mil foi destinado pelo deputado Valdir Colatto para pavimentação de ruas no Distrito Industrial Pedro Bortoluzzi, às margens da BR-282 e no Distrito da Linha Três Pontes. O local, segundo Picolli, sempre sofreu com a trafegabilidade e o pedido de auxílio partiu dos funcionários da empresa. “Os dois locais estavam em situação crítica. O recurso que já está garantido beneficiará cerca de 80% dos acessos e agora aguarda liberação da Caixa Econômica”, explica Picolli.

 

R$100mil – ASSOCIAÇÃO VÊNETA

Para a Associação Vêneta o recurso de R$100mil será utilizado na continuidade da construção de sua sede no parque da Femi. A obra orçada num total de R$250mil terá espaço para comportar até 300 pessoas. “O recurso precisa vir urgente, caso contrário pode não estar pronta até a Expo Femi, pois tem toda parte burocrática para se fazer”, comenta Picolli que é presidente da associação.

R$100mil – CENTRO DE MULTIPLO USO BAIRRO SUFIATTI

Segundo a presidente da Associação de Moradores do bairro, Grandilia Antônia Soffiatti, o recurso há muito tempo é esperado e o centro de múltiplo uso que será construído beneficiará a população na realização de encontros e eventos.

“O múltiplo uso será construído ao lado do centro comunitário. Já temos o telhado, faltam as paredes, divisórias e o piso, no total será 200m²de uso”, comenta Grandilia.

R$200mil – BAIRRO COLATTO

O recurso de R$200mil será para reforma do centro comunitário do bairro que hoje abriga uma copa e cancha de bocha.

R$180mil – PROGRAMA SEGUNDO TEMPO

Estão destinados ao programa Segundo Tempo, R$180mil para compra de equipamentos para as escolinhas, além da destinação para utilização futura de materiais no Ginásio Ivo Sguissardi.

 

R$300mil – PARA SECRETARIA DE ESPORTES

Outra emenda que já está empenhada na Prefeitura, segundo Picolli, é no valor de R$ 300mil que será destinada ao esporte. Quanto à utilização do Recurso, o secretário Jorge Friederich coloca que o valor não foi oficializado para a Secretaria ainda e que assim que estiverem com o repasse legal, estarão analisando sua aplicação. Mas Picolli adianta que boa parte do recurso deve ser destinada à reestruturação do Tabajara.

“O recurso é oriundo do Ministério dos Esportes e será definido junto à Secretaria de Esportes do município. Mas boa parte do valor será para restruturação do tabajara, com a construção de um mini ginásio, porque o Sguissardi vai demorar um pouco para ser finalizado e o Menegolla, agora que conseguiu liberação, mas também vai passar por obras, e precisamos de um local para a prática de esportes”, analisa.

 

PROJETOS FUTUROS

Picolli destaca ainda que alguns projetos já estão em andamento e outros aguardam em mãos de lideranças nacionais para liberação de recursos.

ECO HOSPITAL – “Este projeto prevê a redução de gastos com energia elétrica do HRSP, está avaliado em R$2,5milhões e já foi entregue nas mãos do deputado Valdir Colatto e do senador Dario Berger. Buscamos reduzir a quantidade de energia elétrica através da instalação de fotovoltaicas  em cima do hospital, com construção de cisternas, áreas verdes e todo aparato para reduzir as despesas que custam em média R$20mil reais mês ao hospital, para assim sobrar mais reserva orçamentária para utilização de cotidiano, que é o grande gargalo da unidade, a folha de pagamento, por exemplo, ultrapassa R$1milhão. Os atendimentos são praticamente 90% pelo SUS e o Hospital está aumentando e quanto maior, mais recurso necessitará. Por isso já estamos prevendo projetos para que possamos daqui a um ano ou dois, colocar em prática”, explica Picolli.

CONTAINER DE ESTERILIZAÇÃO

“Outra ideia é a instalação de um container de esterilização, para isso buscamos verbas Federais e Estaduais, pois o investimento seria mais de R$1milhão, o investimento é alto, mas auxiliaria na redução de custos do hospital em média de R$10mil/mês”, comenta Picolli.

Leia mais sobre essa e outras notícias no nosso jornal impresso!

Solicitar Assinatura
49 3433.0185 / 49 3433.0195
jornalismo@folharegional.com
Rua Tocantins, 401 - Colatto - Xanxerê/SC - CEP 89820-000